COMISSÃO ORGANIZADORA

Fernando Grilo

(Artis – FLUL)

Joana Balsa de Pinho

(CLEPUL – FLUL/Artis – FLUL)

Ricardo J. Nunes da Silva

(ESART-IPCB/ Artis – FLUL)

COMISSÃO CIENTÍFICA

Ana Cristina Correia de Sousa

(Universidade do Porto)

Alfredo Morales

(Universidad de Sevilla)

Ana Castro Santamaria

(Universidad de Salamanca)

Begoña Alonso

(Universidad da Cantábria)

Carmen Morte Garcia

(Universidad de Zaragoza)

Clara Maria Martins de Moura Soares (Universidade de Lisboa) 

Fernando Grilo

(Universidade de Lisboa)

Fernando Marías

(Universidad Autónoma de Madrid)

Fernando Villaseñor

(Universidad da Cantábria)

Francisco Lameira

(Universidade do Algarve)

Javier Ibáñez

(Universidade de Zaragoza)

Jean Marie Guillouet

(Université de Nantes)

Joana Pinho

(Universidade de Lisboa)

Juan Clemente

(Universidad de Sevilla)

Luis Vasallo Toranzo

(Universidad de Valladolid)
 

Marco Nobile

(Università di Palermo)

 

Maria João Neto

(Universidade de Lisboa)

Maria José Redondo Cantera

(Universidad de Valladolid)

 

Maria de Lurdes Craveiro

(Universidade de Coimbra)


Pedro Flor

(Universidade Aberta/Universidade Nova de Lisboa)

Ricardo J. Nunes da Silva

(Inst. Polit. de Castelo Branco/Universidade de Lisboa)

Sonia Morales Cano

(Universidad de Castilla La Mancha)
 

Sylvie Deswarte-Rosa

(Centre National de la Recherche Scientifique)

Teresa Laguna

(Universidad de Sevilla)

Vítor Serrão

(Universidade de Lisboa)

ORGANIZAÇÃO

Artis – Instituto de História da Arte

(Universidade de Lisboa)

CIDH – Cátedra Infante D. Henrique para os Estudos Insulares Atlânticos e a Globalização

(Universidade Aberta)

CLEPUL – Centro de Literaturas e Culturas Lusófonas e Europeias (Universidade de Lisboa)

Escola Superior de Artes Aplicadas

(Instituto Politécnico de Castelo Branco)

Rede Temática de Investigação Cooperativa sobre Arte Tardo-gótica: século XV-XVI. 

INSTITUIÇÕES ASSOCIADAS

Imaginare - estudos de arte e património em Portugal na época moderna (CIDH-UAb/CLEPUL-FLUL)

Faces de Judite - Gabinete de estudos sobre as Mulheres, Cultura, Ciência, Letras e Artes (CIDH-UAb)

INSTITUIÇÕES PATROCINADORAS

FCT – Fundação para a Ciência e Tecnologia

 
 
Faculdade de Letras da
Universidade de Lisboa
Anfiteatro 3 e sala 5.2

22, 23 e 24

de outubro

de 2018

​NICOLAU CHANTERENE

E A PRÁTICA ESCULTÓRICA

NO CONTEXTO DAS ARTES

DO SÉCULO XVI

Congresso Internacional

​NICOLAU CHANTERENE

E A PRÁTICA ESCULTÓRICA

NO CONTEXTO DAS ARTES

DO SÉCULO XVI

APRESENTAÇÃO

ÁREAS TEMÁTICAS

Nicolau Chanterene chega ao grande estaleiro do Mosteiro de Santa Maria de Belém em finais de 1516, ou início do ano seguinte, e aí permanece durante todo o ano de 1517, realizando obra escultórica de notável importância para a introdução em Portugal das formas e temas do Renascimento.

O seu sequente percurso artístico e pessoal, quer em Coimbra, quer em Sintra e em Évora, revela-o como uma personalidade chave para a compreensão do complexo processo cultural e artístico que subjaz à introdução de novas ideias e motivos ao modo do renascimento transalpino, a sua generalização e a subsequente evolução para formas de expressão plástica já tipicamente maneiristas, pois mantém-se ativo pelo menos até 1552.

Nicolau Chanterene e o seu tempo

Intercâmbios de artistas, formas e ideias em

Portugal e na Europa

Prática escultórica e suas especificidades

 

Técnicas e materiais

 

A escultura no contexto da arquitetura

 

Geografias oficinais

 

Estéticas em diálogo: Tardo-gótico e Renascimento

 

Escultura e iconografia

 

Fontes e modelos

 

Teoria da imagem

 

Práticas de conservação e restauro de escultura

 

Património escultórico no contexto do colecionismo e da museologia

 

SECRETARIADO EXECUTIVO

Carolina Grilo (CLEPUL – FLUL)

Inês Cristóvão (ARTIS – FLUL)

CALL FOR PAPERS

Serão aceites propostas de comunicação no âmbito das áreas temáticas definidas para o congresso e sobre matérias correlacionadas com as mesmas.

 

Os interessados deverão enviar um resumo, numa das seguintes línguas: português, espanhol, inglês, italiano ou francês – com o máximo de 300 palavras, incluindo o título, acompanhado de uma breve nota curricular (máximo de 200 palavras) e cinco palavras-chave.

As propostas de comunicação devem ser enviadas para chanterene2018@gmail.com

até 30 de abril. Não se aceitarão propostas fora do prazo estabelecido.

As propostas de comunicação serão analisadas pela Comissão Científica e a sua aceitação para apresentação será notificada aos autores na data anunciada. A apresentação pública da comunicação não deve exceder os 20 minutos.

As comunicações apresentadas no congresso e submetidas para publicação serão novamente avaliadas pela Comissão Científica. Todas as comunicações aprovadas no âmbito desta revisão serão publicadas sob a forma de um livro de estudos.

 

DATAS IMPORTANTES

Data limite para envio de propostas de comunicação

30 de abril de 2018

Data de anúncio de aprovação das propostas para comunicação

15 de junho de 2018

Celebração do congresso

22, 23 e 24 de outubro de 2018

Data de envio do texto final para publicação

30 de janeiro de 2019

INSCRIÇÃO

CONTACTOS

Para mais informações contactar: 

+351 217 920 000

Faculdade de Letras

Alameda da Universidade

1600-214 Lisboa

 
 
 
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now